Filiada, sua senha permite consultar áreas restritas.
Profissionais e Estagiários de Publicidade.  
Cadastrem seu currículo, clique aqui.

Existimos para proteger os direitos e interesses individuais ou coletivos da categoria perante as autoridades como um todo

Canal RSS

 
logomarcas
Inscrições abertas FENAPRÓ Universitárrio

 

Clique na imagem acima para se inscrever.

 
Vem aí FENAPRÓ Universitário 2020

 
Comunicado Sinapro Goiás

 
Otimismo das agências cai, mas ainda supera pessimismo

Pesquisa da Federação Nacional das Agências de Propaganda revela sentimento do mercado

A pesquisa VAN Pro (Visão de Ambiente de Negócios em Agências de Propaganda), iniciativa da Federação Nacional das Agências de Propaganda, a Fenapro, acaba de divulgar os dados referentes ao segundo trimestre de 2019. O levantamento reflete a visão de 194 agências de todas as regiões do país, ouvidas nas duas primeiras semanas de julho.

Com exceção do Centro-Oeste, todas as regiões apresentaram queda de otimismo no curto prazo. Respondendo sobre a expectativa para 2019, as regiões Norte e Nordeste estão entre as mais otimistas (com 66 e 56,4% de otimistas, respectivamente).

A região Sudeste foi das que apresentaram melhor performance no segundo trimestre, contrastando com a região Sul, que mostrou o mais baixo índice de performance e de otimismo com o período futuro. Entre os estados, o mais otimista com 2019 é o Mato Grosso (75%) e os menos animados com o período são Rio de Janeiro e Paraná (33,3%). São Paulo ficou um pouco acima da média Brasil, com 51,2% de otimistas, contra 49,1% do consolidado nacional.

O nível de otimismo com 2019 caiu, mas é válido observar que, em contrapartida, o índice de pessimismo não cresceu significativamente. Ou seja, a maioria ainda prevê um ano melhor ou igual ao anterior.

O quadro de concorrências manteve-se praticamente inalterado, com índices semelhantes aos do trimestre anterior. Quanto aos setores da economia mais promissores, a área de Serviços manteve-se como a mais relevante, seguida do Comércio e do Setor Público.

“Assim como os demais setores da economia, as agências de propaganda ainda esperam movimentações macroeconômicas mais contundentes e mais efetivas para a melhora de mercado. A pesquisa ainda não reflete o resultado da votação da Reforma da Previdência, mas prevemos que o humor deverá mudar mesmo quando acontecerem as medidas que destravarão a economia.", diz Glaucio Binder, presidente da Fenapro.

Desde o início de 2017, a federação começou a coletar dados de empresários de agências de propaganda de todo o Brasil, visando acompanhar trimestralmente o clima para desenvolvimento de negócios e as expectativas do setor ao longo do ano.

Os resultados obtidos nesta mostra foram coletados ao longo das 2 primeiras semanas de julho deste ano e refletem a performance das agências no 2º trimestre de 2019, além das perspectivas para o terceiro trimestre de 2019 e o ano de 2019, como um todo.

 

Ref.: propmark.com.br

 
Toolbox e Cannes Lions RoadShow Agradecimento